3ª Campanha Nacional de Fissura Labiopalatina Postado segunda-feira, 11 de setembro de 2017 por admin

Smile Train recebe a primeira Semana de Fissura da América do Sul

Evento acontece de 2 a 6 de outubro e Brasil é um dos sete países participantes

Smile Train, a maior organização sem fins lucrativos para a causa da fissura labiopalatina no mundo, realizará sua primeira Semana de Fissura da América do Sul de 2 a 6 de outubro de 2017. O Brasil será um dos sete países participantes, incluindo Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru. O objetivo principal da Semana de Fissura é aumentar a conscientização pública sobre a fissura labiopalatina, reunindo renomados profissionais da área no esforço de alcançar mais pacientes que necessitem de cuidados.

Cerca de 4.300 mil crianças nascem a cada ano com fissuras no Brasil. Até o momento, a Smile Train forneceu uma cirurgia de reparo da fissura a mais de 58 mil pacientes na América do Sul, 29 mil deles no Brasil. Além da cirurgia, a Smile Train oferece amplos cuidados pré e pós-operatórios para nossos pacientes.

“Esses números, por si só, demonstram a enorme necessidade de ação para a reparação da fissura labiopalatina na América do Sul, principalmente no Brasil. Ao trabalhar em conjunto, sei que podemos atingir nosso objetivo de trazer um novo sorriso para cada criança pobre nascida com fenda”, diz Mariane Goes, Diretora da Smile Train na América do Sul.

3ª Campanha Nacional de Fissura Labiopalatina

Dentro da Semana de Fissura da América do Sul, a Smile Train Brasil realizará, de 2 a 6 de outubro, a 3ª Campanha Nacional de Fissura Labiopalatina. Smile Train, Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Fundação IDEAH se unem, pelo terceiro ano consecutivo, para realizar a Campanha Nacional de Fissura Labiopalatina em mais de 10 estados brasileiros. A parceria visa conscientizar a população para o problema e diminuir as filas de espera pela cirurgia.

A abertura oficial será dia 2, no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), parceiro da Smile Train em Brasília. O encerramento será realizado dia 6, no Centro de Tratamento de Anomalias Craniofaciais (CTAC), no Rio de Janeiro. Ao todo, 14 parceiros realizarão cirurgias durante o período, sendo 5 deles com intercâmbio entre médicos e residentes: Instituto Sorriso Legal (Marabá-PA), Santa Casa de Misericórdia de Sobral (Sobral-CE), Fundação Uniselva (Cuiabá-MT), AJ Atividade Médica (Parintins- AM) e Hospital do Açúcar de Alagoas (Maceió-AL). A expectativa é de que sejam realizadas cerca de 150 cirurgias somente nesses 5 centros sede.

Esses centros sede receberão a visita de um cirurgião plástico de grande experiência para realizar as cirurgias de reparação da fissura labiopalatina junto com a equipe local, trocando experiências. Com isso, espera-se que a lista de espera de pacientes pela cirurgia diminua, beneficiando 350 pessoas. As equipes de professores receberão residentes que serão treinados para otimizar o tratamento dos pacientes em suas regiões. Em paralelo, os demais parceiros da Smile Train realizarão atividades para reunir pacientes e conscientizar mais pessoas sobre a causa da fissura labiopalatina.

Todo ano, a Smile Train performa mais de 3.700 cirurgias de reparação da fissura labiopalatina em todas as regiões do Brasil, incluindo populações ribeirinhas da Amazônia. Entretanto, com a estimativa de 4.300 nascimentos de crianças com fissura por ano no país, além dos jovens e adultos que nunca fizeram tratamento, ainda há muito a ser feito. Desde 1999, a Smile Train já fez mais 29.000 procedimentos no Brasil e espera-se que esse número aumente ainda mais. “A realização anual da campanha nacional representa um grande passo no avanço para a conscientização da população sobre essa deformidade congênita, como também consolida uma grande parceria com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e sua instituição congênere, Fundação IDEAH. Esta ação vai de encontro ao que a Smile Train preconiza: um programa sustentável dentro de cada país que atuamos”, comenta Mariane Goes, Diretora da Smile Train na América do Sul.

fotos-05

 

Sobre a fissura labiopalatina

A fissura labiopalatina é uma má formação do lábio superior, que também pode atingir o céu da boca e resulta do desenvolvimento incompleto do lábio e/ou do palato, enquanto o bebê está se formando. Essa condição impacta não somente a fala, como também a nutrição e a respiração, levando o paciente a um isolamento social. Com um diagnóstico rápido, uma cirurgia que leva apenas 45 minutos e a devida assistência médica continuada, é possível reverter esse quadro e dar à criança a oportunidade de ter uma vida sem limitações. Estima-se que no Brasil, a cada 700 nascimentos, 1 criança tenha essa condição.

Com 38 centros parceiros fixos espalhados em 21 estados do Brasil, a Smile Train tem como missão oferecer, de forma gratuita, tratamento completo e de qualidade para pessoas com fissura labiopalatina, trabalhando de forma sustentável. Ao invés de fazer apenas campanhas pontuais, a Smile Train treina os médicos, visando a qualificação dos centros parceiros para uma atuação independente.

Serviço | Campanha Nacional de Fissura Labiopalatina

Abertura
2 de outubro
9h
Auditório da Fepecs (Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde) /ESCS (Escola Superior de Ciências da Saúde)
Setor Médico Hospitalar Norte, Conjunto A, Bloco 01, Edifício Fepecs – Asa Norte, Brasília – DF

Convidados confirmados: Mariane Goes, diretora da Smile Train na América do Sul; Dr. Luciano Chaves, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica; Dr. Pedro Martins, presidente da Fundação IDEAH; Dra. Ana Patrícia de Paula, superintendente de Saúde da Região Centro Norte (representando o Secretário de Saúde do Distrito Federal, Dr. Humberto Fonseca); Dr. José Adorno, diretor do Hospital Regional da Asa Norte; Dr. Nivaldo Alonso, presidente da Sociedade Craniofacial Latino Americana; Dr. Marconi Delmiro, coordenador do Serviço Multidisciplinar de Atendimento aos Pacientes Fissurados do Hospital Regional da Asa Norte; Dr. Alexandre Figueiredo, cirurgião plástico e responsável Técnico das unidades de clínicas cirúrgicas do Hospital Regional da Asa Norte e membro do Conselho de Ética do Hospital Regional da Asa Norte.

Encerramento

6 de outubro
9h às 12h – atividades com pacientes na área de convívio social
11h – cerimônia de encerramento no auditório

Centro de Tratamento de Anomalias Craniofaciais (CTAC) – Av. Marechal Rondon, 381, 2º andar – São Francisco Xavier – Rio de Janeiro – RJ (Policlínica Piquet Carneiro)

Convidados confirmados: Mariane Goes, diretora da Smile Train na América do Sul; Dr. Pedro Martins, presidente da Fundação IDEAH; Dr. Henrique Cintra, diretor médico do CTAC; Ariane Molinaro, Diretora do Hospital Municipal Jesus; Dra. Wálria Toschi, médica-assistente da direção do Hospital Municipal Jesus, Maria Helena Esteves, chefe do centro cirúrgico do Hospital Municipal Jesus; Dr. Luiz Cristóvão Porto, diretor da Policlínica Piquet Carneiro; Dr. Edmar José Alves, diretor do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE); Dr. Ruy Garcia Marques, reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Dra. Débora Teixeira, coordenadora da odontologia da Secretaria Estadual de Saúde; Dr. Luiz Antônio de Souza Teixeira, Secretário Estadual de Saúde.

 

Mais informações para a Imprensa
Maria Luísa de Melo | Agir Comunicação
21 2522-7368 | 99180-5279
malu@agircomunicacao.com.br

fotos-04

Posted in Notícias |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *