Quando Viviane  descobriu que seu filho, Rafael, tinha fissura lábio palatina, sua primeira reação foi a tristeza e a preocupação com o futuro do pequeno. Como cuidar desse bebê tão frágil? Como ele vai conviver com essa condição? Como a sociedade vai enxergá-lo?

Após uma pesquisa na internet sobre a fissura lábio palatina e o seu tratamento, Viviane encontrou um parceiro da Smile Train, localizado no Lajeado, Rio Grande do Sul.

Prontamente, assim que chegou ao centro de atendimento, Viviane recebeu todas as instruções de como alimentá-lo e de como seria a rotina de tratamento. Logo depois da primeira etapa de consultas e exames chegou o momento de fazer a cirurgia e Viviane ficou bem apreensiva, mas toda a operação ocorreu muito bem.

Depois da cirurgia, Rafael aumentou o peso e a cicatrização foi ótima. Além disso, ele parou de apresentar refluxo depois das refeições. A tia de Rafael, que é fisioterapeuta, também ajuda no tratamento do pequeno, dando massagens aliviantes.

Para Viviane, além da melhora física, a principal mudança foi o modo como as pessoas olham para o seu filho, “agora, elas olham diferente de como olhavam antes da cirurgia”, ela diz. “As pessoas olham para o Rafael como eu sempre olhei para ele”, finaliza Viviane.

Fotor0102317255