Pelo quarto ano consecutivo, o renomado artista e designer americano Jason Hulfish veio ao Brasil para transformar a vida de crianças atendidas pela Smile Train no país. Dessa vez, Jason esteve no Hospital SOBRAPAR – Crânio e Face, em Campinas-SP, para realizar um sonho dos pequenos pacientes com fissura labiopalatal: colorir a brinquedoteca onde ficam enquanto aguardam atendimento.

IMG_0135

 O artista é conhecido por levar cores a todos os tipos de espaços, criando desenhos vivos e lúdicos em 3D. Jason tem entre seus clientes artistas e esportistas famosos e também é muito conhecido por ter participado do programa americano “Extreme Make Over Home Edition”, que reformava o lar de pessoas sem recursos. Consequentemente, a mudança na casa renovava a vida das pessoas também. Foi assim no Hospital Sobrapar e o resultado não poderia ser mais gratificante. As crianças ficaram deslumbradas e surpresas com a transformação do ambiente.

 A visita de Hulfish ao Hospital Sobrapar foi um prêmio oferecido pela Smile Train ao vencedor do concurso “Juntos com Smile Train”, que aconteceu entre os meses de abril e julho e teve como objetivo aumentar a divulgação sobre o tratamento da fissura labiopalatal. “Toda vez que recebo o Jason no Brasil fico na expectativa da surpresa ele vai nos presentear com seu trabalho. Esse ano fiquei mais uma vez maravilhada com as cores e com a beleza da arte que ele fez no Hospital Sobrapar. Sempre bem-humorado, alegre e com tanta energia, Jason contagiou a todos! O resultado final não poderia ter sido mais maravilhoso. Trouxe mais alegria ao ambiente e encheu nossos corações com essa emoção que só um artista como ele consegue dividir”, conta Mariane Goes, Diretora da Smile Train na América do Sul.

montagem 2

O tema fundo do mar foi escolhido pelas crianças e o resultado encantou a todos. “A pintura transformou nossa brinquedoteca em um local mágico e colorido, trazendo ainda mais benefícios para nossos pequenos pacientes. Receber o artista e designer e participar dessa ação da Smile Train nos encheu de alegria. Ficamos encantados com o resultado da obra de Jason Hulfish, com o tema fundo do mar! ”, disse a Diretora do Hospital Sobrapar, Vera Raposo Amaral.

 Jason é parceiro da Smile Train há bastante tempo e acredita que campanhas como esta podem contribuir para melhorar a qualidade do tratamento. “Juntando o trabalho das outras edições, já tenho um material bom em mãos para que, através da divulgação, consiga trazer mais arrecadação. E aí a gente realmente mostra que a doação para instituições como a Smile Train é algo importante, que realmente pode fazer uma diferença”, explicou o artista sobre como suas obras podem contribuir para a causa da fissura labiopalatal.

montagem 3

De acordo com Mariane Goes, a maior dificuldade dos hospitais públicos para oferecer um tratamento de qualidade aos pacientes é a questão financeira. “O que eu sinto quando vou visitar os meus parceiros é que eles precisam de mais apoio financeiro. O SUS ajuda, mas não cobre todos os gastos. O tratamento das fissuras lábiopalatinas é longo, que não se resolve em um ou dois anos, demora uma vida inteira. A Smile Train auxilia em todo esse tratamento quando necessário, não apenas na cirurgia. O tratamento contínuo é muito importante para uma recuperação satisfatória”, explicou a diretora da Smile Train.

 Além da visita do artista plástico, o Sobrapar será premiado também com uma bolsa de estudos no valor de US$ 1,2 mil. O valor é, segundo Mariane, um incentivo para que os profissionais destes centros possam buscar especialização. O tema para o concurso do próximo ano ainda não está definido, mas Jason afirma que pretende vir mais vezes ao país. “Eu amo o Brasil, amo as pessoas daqui e pretendo continuar com o projeto”, concluiu.

Postado em Notícias

“Para contar um pouco sobre a minha história e engajamento com o tratamento de pacientes com fissura labiopalatal, vou ter que voltar no tempo. Em 1978, quando eu nasci em Bauru-SP, o berço do maior Hospital (Hospital de Tratamento e Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, carinhosamente chamado “Centrinho”), que mais tarde tornou-se uma referência na América Latina no tratamento de pacientes com fissura de lábio e/ou palato.

Meu pai era dentista e foi um dos fundadores do Hospital. Ele foi responsável por criar uma equipe de dentistas profissionais para cuidar dos pacientes com fissura e até mesmo para definir os protocolos para o tratamento deles. Dentro do Centrinho, ele e alguns de sua equipe criaram o “Profis”, uma associação sem fins lucrativos, que poderia receber, acolher e cuidar de todos os pacientes que vinham de longe para fazer o tratamento. Meu pai foi o primeiro presidente dessa Associação, que tinha como intuito dar suporte a essas famílias com alimentação, hospedagem e toda a assistência social necessária.

SmileTrainBrasil_SmileMaker_Rodrigo_FB

Eu cresci no meio de tudo isso. Desde pequeno costumava ir para o hospital com meu pai. Corria e brincava com todos os pacientes fissurados e suas famílias. Eram meus melhores amigos. Ficava contando as horas para sair da escola e ir me divertir com eles. Assim começou minha relação com a causa da fissura labiopalatina, amando-os e aprendendo a respeitar as nossas diferenças físicas, e entendendo como é importante ajudar e dar todo o apoio emocional e técnico em suas vidas.

Depois de ter cursado meu segundo grau da escola nos EUA, me formando na Serra High School, Tollhouse CA, classe de 95, voltei ao Brasil em 1996 e comecei a faculdade de odontologia, já seguindo os passos do meu pai no hospital, agora aprendendo como tratar e como ser um bom profissional e não mais uma criança. Depois disso, eu fiz a minha pós-graduação, com especialização no Centrinho, e também o Mestrado em Reabilitação Oralfacial em pacientes com fissura labiopalatal, pela USP (Universidade de São Paulo).
Em 2005, depois de estudar muito, aprender, pesquisar, escrever e tratar nossos pacientes no Centrinho de Bauru, eu decidi compartilhar todo meu conhecimento e experiência que havia adquirido e enfrentar um novo desafio – começar um Centro menor em outro local engajado pela mesma causa, tratamento e assistência de pacientes fissurados com necessidades. Escolhi deixar toda comodidade e minha família na minha cidade natal e partir para um novo desafio.

Decidi ir para o Sul do Brasil, em Joinville, SC, onde eu sabia que eles tinham um Centro muito agradável, perfeito para eu começar meu trabalho! Então, comecei a trabalhar como dentista nesse centro e me envolvi ainda mais profundamente com a causa. Hoje, pelo quarto ano consecutivo, estou à frente do Profis Joinville como presidente, em um trabalho voluntário. Ajudamos pacientes com fissura de toda a Região, totalizando 4.100 pacientes, sendo 2.600 em processo de tratamento Também estou há três ano à frente da Rede Profis Nacional, que fica em Bauru e reúne pais de pacientes de apoio a causa em todo país, proporcionando intercâmbio técnico-científico além, de defender os interesses e direitos das pessoas com deficiência. A Rede envolve 33 grupos de apoio em todo o Brasil, beneficiando mais de 10.000 pacientes.

Vejo que ganhei uma grande oportunidade! Foi difícil no início mas entrei com a cabeça erguida na esperança de fazer o meu melhor e ser capaz de desenvolver um bom trabalho, assim como meu pai e toda equipe que me motivou. Hoje sou um profissional e uma pessoa orgulhosa e muito feliz por ter ajudado mais de 10.000 sorrisos diretamente em seu tratamento e também, na assistência social, proporcionando a eles a oportunidade de ter um lindo sorriso no rosto. Tenho certeza que tomei as melhores decisões na minha vida e hoje só tenho a agradecer a minha equipe e a Smile Train, que vem me dando apoio para os números de pacientes aumentarem cada vez mais.
Existe alguma coisa melhor do que poder dar a criança um grande sorriso?”

Postado em Notícias

Com o objetivo de difundir cada vez mais o tema fissura labiopalatal, a Smile Train realizou, pelo quarto ano consecutivo, um concurso para premiar um parceiro no Brasil com painel do renomado designer americano, Jason Hulfish.

arte-juntoscomsmiletrain

 

A campanha de 2016, em que o tema foi “Juntos com Smile Train”, iniciou no dia 18 de abril e teve a última postagem no dia 04 de julho. O objetivo foi atrair mais olhares, apoiadores e divulgadores para a causa, gerando impacto positivo para as famílias que convivem com este problema.

Como premiação, além da visita do artista norte americano, a Smile Train também premiará o parceiro vencedor com uma bolsa no valor de $1,200.00 para visitar um parceiro da Smile Train na América do Sul ou participar de um congresso sobre fissuras labiopalatais. O segundo lugar ganhará a bolsa de $1200,00 seguindo as mesmas regras do primeiro lugar.

Durante todo o período tivemos participação ativa dos nossos parceiros, contribuindo para o sucesso da campanha. Os números foram surpreendentes: 2740 Curtidas | 1407 Compartilhamentos | 87214 Pessoas Alcançadas.

Finalmente, chegamos ao resultado final! O grande vencedor foi o parceiro SOBRAPAR, de São Paulo, com 709 pontos. Em segundo, com 681 pontos, ficou o parceiro Obras Sociais Irmã Dulce, de Salvador.

Em breve divulgaremos mais notícias sobre a entrega da premiação.

Parabéns aos vencedores!

Postado em Notícias
Beleza de Sorriso terça-feira, 28 de junho de 2016

Segunda-feira, 25 de abril. Dia de consulta para os pequenos pacientes em tratamento da fissura labiopalatal no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). O atendimento no ambulatório começou às 9h e seguiu tarde adentro. Crianças e jovens, de todas as idades, que vão fazer a sua primeira cirurgia e outras que já realizaram o procedimento são avaliadas pela equipe do Dr. Nivaldo Alonso, cirurgião plástico e professor da FMUSP.

4. Foto Miss Brasil1

Quem convive com um portador de fissura labiopalatal conhece as dificuldades. Se não tratada desde a primeira infância, a pessoa pode ter uma vida de vergonha e isolamento. Mas a parceria da Smile Train com a FMUSP vem transformando, para melhor, a vida de muitas crianças.

Para alegrar a rotina do ambulatório, neste 25 de abril a Smile Train promoveu o “Beleza de Sorriso”, evento que levou cor, diversão e sorrisos para cerca de 30 crianças. Com a presença da Miss Brasil 2015, Marthina Brandt, as meninas receberam coroas e faixas e foram misses por dia, para que percebessem o quanto também são belas. A ação é parte de uma parceria da Smile Train com o concurso Miss Universo, que está viajando o mundo para levar as representantes regionais e a Miss Universo 2015, a filipina Pia Wurtzbach, aos hospitais parceiros. O objetivo é elevar a autoestima das crianças e mostrar aos responsáveis que é possível batalhar pela superação dos filhos desde que são bebês.

4. Foto Miss Brasil3

O Beleza de Sorriso segue pelo Brasil e, em breve, os parceiros da Smile Train em Cuiabá, Minas Gerais e Joinville receberão a visita das misses regionais. Se você, parceiro, tiver interesse em realizar esta ação com os pacientes de seu centro, entre em contato com a Maria Gabriela (gabriela@agircomunicacao.com.br) ou a Mariana Stutz (mariana@agircomunicacao.com.br).

Postado em Notícias
Sorrisos que aquecem a alma terça-feira, 28 de junho de 2016

Sobral é uma daquelas cidades brasileiras tipicamente tropicais, com temperatura média de 30 graus centígrados e belezas que encantam ao primeiro olhar. É também o segundo município mais desenvolvido do Ceará em termos econômicos e culturais, atrás apenas de Fortaleza.

Foi neste clima caloroso e acolhedor que aconteceu, do dia 24 a 27 de maio, o Projeto Primeiro Sorriso, uma parceria da Smile Train com a Associação Beija-Flor e no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral. O objetivo do projeto foi levar para o interior do Ceará o atendimento às pessoas com fissura labiopalatal que hoje é realizado somente em Fortaleza pelo Hospital Infantil Albert Sabin e a Associação Beija Flor, descentralizando o atendimento na capital.

3. Foto projeto Primeiro Sorriso_Sobral

Durante os quatro dias do Projeto Primeiro Sorriso foram realizados no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral 80 cadastros, 53 atendimentos ambulatoriais e 20 cirurgias. As famílias foram atendidas por uma equipe multidisciplinar composta por dentistas, fonoaudiólogos, cirurgiões gerais, cirurgiões plásticos, anestesistas, assistentes sociais e enfermeiros.

Em paralelo, profissionais participaram de jornada de capacitação pelos ambulatórios, cirurgias e mesa redonda de avaliação para apresentar ao paciente fissurado o protocolo de atendimento.

 Em todo o estado do Ceará, estima-se que a cada ano surjam 13.000 novos pacientes que necessitam de tratamento. Segundo o co-fundador da Associação Beija-FlorDr. José Ferreira, há hoje em torno de 3.000 pacientes em tratamento. “Realizamos em média 360 cirurgias por ano, no Ceará, mas precisaríamos realizar 1.200 por ano, para termos a demanda controlada. Em média, cada paciente precisa de três cirurgias para a reabilitação, além do acompanhamento durante todo crescimento, até os 21 anos. Se não realizar as cirurgias e o tratamento clínico adequado, o paciente fica com sequela por toda vida”, afirma o cirurgião.

 Para a Diretora da Smile Train na América do Sul, Mariane Goes, a parceria com a Associação Beija-Flor no Projeto Primeiro Sorriso visa fortalecer relacionamentos entre grupos que possuem o mesmo objetivo e oferecer o melhor tratamento a pacientes carentes que não poderiam se beneficiar de resultados de qualidade com segurança. “A primeira edição do Projeto foi um sucesso. Não esqueceremos destes pacientes que não puderam ser atendidos e estão ansiosos pela cirurgia. Faremos este ano ainda mais um Primeiro Sorriso para atendê-los o mais rápido possível”, adianta Mariane.

Postado em Notícias
Smile Train chega a Argentina terça-feira, 28 de junho de 2016

2. Foto Smile Train na Agentina1

Em abril, nossa Diretora da América do Sul, Mariane Goes, esteve na Argentina para visitar dois parceiros da Smile Train: a Asociación PIEL e a FUNDAC, instituições que prestam assistência a pacientes com fissuras labiopalatais. Mariane esteve com os chefes e cirurgiões plásticos Ricardo Bennun, da PIEL, e Hector Lanza, da FUNDAC, para verificar o trabalho e oferecer ajuda a ambos os centros no desenvolvimento do programa de fissura labiopalatal na Argentina.

Além do suporte aos pacientes, a FUNDAC oferece treinamento para residentes em cirurgia plástica e muitos dos que se formam se interessam em abrir novos centros para tratamento da fissura labiopalatal quando voltam para suas cidades. Assim, a parceira é de extrema importância para que mais crianças possam sejam impactadas, tendo como garantia a qualidade e segurança cirúrgicas implementadas pela Smile Train mundialmente.

2. Foto Smile Train na Argentina2

A ocasião também levou à Argentina a Diretora de Doações da Smile Train, Ellyn Harris. Ela realizou sua Jorney of Smile, projeto que dá oportunidade aos funcionários de conhecer o trabalho que a Smile Train realiza pelo mundo. Ellyn participou ativamente da rotina de trabalho, visitando os parceiros, assistindo às cirurgias e fazendo o acompanhamento dos pacientes, além de visitá-los em suas casas durante o pós-operatório.

Para Mariane, este é um momento muito importante. “A consolidação da Smile Train na Argentina faz parte do projeto de ampliação do nosso trabalho na América do Sul. Toda a equipe da Smile Train está muito feliz com esse novo passo e compartilhar com nossos parceiros do Brasil esta vitória nos dá muita satisfação. O trabalho realizado aqui é um case de sucesso o qual a Smile Train tem muito orgulho em apresentar aos novos integrantes dessa corrente do bem”.

Postado em Notícias

A cada ano estima-se que 4 mil crianças nascem com fissura labiopalatal no Brasil. O número é alto mas com atuação ativa e constante é possível reverter este panorama. Em 2015, a Smile Train e seus parceiros alcançaram a marca de 3.600 cirurgias. Porém, além dos recém-nascidos, há uma boa parte de crianças, jovens e até adultos que não fizeram sequer a cirurgia primária e precisam de atendimento de qualidade. Para mudar esse quadro no Brasil, a Smile Train e seus parceiros uniram forças e corações.

Unidos, é possível atrair mais olhares, apoiadores e divulgadores para a causa, gerando impacto positivo para as famílias que convivem com este problema. Firme neste propósito, a Smile Train criou a campanha #JuntoscomSmileTrain, que remete à nossa união com todos os parceiros do país.

1. Foto Juntos com Smile Train1

Com início no dia 18 de abril e término em 4 de julho, a campanha propõe o engajamento de cada um dos parceiros para divulgar em suas redes sociais as informações semanais postadas pela Smile Train no Facebook e Instagram. O parceiro mais atuante, ou seja, aquele que conseguir maior alcance no compartilhamento e curtidas das postagens #JuntoscomSmileTrain será premiado com um painel do renomado designer americano Jason Hulfish, que virá pela 4ª vez consecutiva deixar sua colorida arte nos espaços de atendimento infantil. Ele ficará do dia 14 a 17 de julho na instituição vencedora.

Além do painel, o parceiro mais engajado também levará uma bolsa no valor de $1,200.00 para visitar um parceiro da Smile Train na América do Sul ou participar de um congresso sobre fissuras labiopalatais. O parceiro que ficar em segundo lugar ganhará uma bolsa no valor de $1,200.00 para visitar um parceiro da Smile Train na América do Sul ou participar de um congresso sobre fissuras labiopalatais. Os detalhes para participação foram enviados pela assessoria de comunicação da Smile Train Brasil, a Agir Comunicação, e as dúvidas podem tiradas com Mariana Stutz através do e-mail:mariana@agircomunicacao.com.br

 O resultado será mensurado através da soma de curtidas e compartilhamentos obtidos em cada post semanal e a divulgação do vencedor será no início de julho.

Vamos juntos transformar o Brasil com o poder do sorriso! Afinal, juntos somos mais fortes.

Postado em Notícias

Membros da Associação Beija Flor farão atendimentos, cirurgias e capacitações na cidade dos dias 24 a 27 de maio.

Smile Train Brasil irá patrocinar o Projeto Primeiro Sorriso em Sobral que acontece de 24 a 27 de maio. O projeto é uma iniciativa da Associação Beija Flor (ABF) em parceria com o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral. O objetivo é levar para o interior do Ceará o atendimento as pessoas com fissura labiopalatina (popularmente conhecida como lábio leporino), que hoje é realizado somente em Fortaleza pelo Hospital Infantil Albert Sabin e Associação Beija Flor, descentralizando o atendimento na Capital.

A abertura do Projeto Primeiro Sorriso acontece na noite do dia 24 de maio, no Auditório do Centro de Convenções de Sobral. Serão realizados 100 atendimentos ambulatoriais e 25 cirurgias, no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Sobral, por uma equipe multidisciplinar composta por dentistas, fonoaudiólogos, cirurgiões gerais, cirurgiões plásticos, anestesistas, assistentes sociais e enfermeiros.

Para os profissionais que desejarem expandir seus conhecimentos sobre o tratamento de pacientes com fissura lábio palatina, estarão abertas as inscrições através do telefone: (88) 99733.2929 | (88)99907. 5558 ou do email: cadastrobeijaflor@gmail.com. Os profissionais inscritos poderão participar dos ambulatórios, cirurgias e ainda da mesa redonda, que acontece no Auditório do Centro de Convenções de Sobral, para apresentar o protocolo de atendimento ao paciente fissurado.

Atualmente, a cada 650 crianças que nascem no Brasil, uma vem ao mundo com lábio leporino, que é uma má formação que ocorre durante a gestação. Alguns fatores de risco são conhecidos, como exposição à radiação ou certos medicamentos na gravidez e histórico familiar. Mas a ciência ainda investiga as possíveis mutações genéticas por trás do problema. No Ceará são 13.000 pacientes por ano. Segundo o Co-fundador da Associação Beija FlorDr. José Ferreira há hoje em torno de 3.000 pacientes em tratamento. “Realizamos em média 360 cirurgias por ano, no Ceará, mas precisaríamos realizar 1.200 por ano, para termos a demanda controlada. Em média cada paciente precisa de três cirurgias para a reabilitação, além do acompanhamento durante todo crescimento, até os 21 anos. Se não realizar as cirurgias e o tratamento clínico adequado, o paciente fica sequelado por toda vida”, afirma o cirurgião.

Para a Diretora da Smile Train na América do Sul, Mariane Manfredini Goes, a parceria com a Associação Beija Flor no Projeto Primeiro Sorriso é fortalecer relacionamentos entre grupos que possuem o mesmo objetivo e oferecer o melhor tratamento a pacientes carentes que não poderiam se beneficiar de resultados de qualidade com segurança, indo de encontro com o que a Smile Train preconiza, um programa sustentável dentro de cada país que atuamos.

Postado em Notícias
Da esquerda para a direita: Dr. Álvaro Sá (cirurgião plástico), Luciana Rocha (psicóloga), Laryssa Lopes (fonoaudióloga). Equipe parceira da Smile Train em Manaus recebe Anelise para treinamento.

Da esquerda para a direita: Dr. Álvaro Sá (cirurgião plástico), Luciana Rocha (psicóloga), Laryssa Lopes (fonoaudióloga).
Equipe parceira da Smile Train em Manaus recebe Anelise para treinamento.

A fonoterapia necessita de tecnologia objetiva para guiar as condutas terapêuticas. Isto é, o profissional deve estar seguro de que as estruturas anatômicas estejam em plenas condições de funcionar de acordo com a mecânica e fisiologia normais. Com estas condições, o profissional pode lançar mão de muitos recursos terapêuticos com o objetivo de recuperar a comunicação do paciente portador de fissura palatina e assim a fala estar dentro dos padrões convencionais.

A fonoaudióloga Anelise Sabbag, membro do conselho da Smile Train Brasil, fez uma visita ao Hospital Infantil Dr. Fajardo, nosso centro parceiro de Manaus, para uma visita de avaliação do serviço multidisciplinar, com o objetivo de formar uma equipe coesa, que conheça os objetivos das demais especialidades e que esteja em contato frequente uns com os outros, conhecendo as suas áreas de ação interdisciplinarmente, para que juntos optem sempre pela conduta mais adequada para cada caso.

Na visita, que ocorreu no final de janeiro, a fonoaudióloga ressaltou a necessidade de uma reavaliação do desempenho fonoaudiológico e dos ganhos dos pacientes em cada retorno, pois entre uma visita e outra ao centro médico, existe uma grande possibilidade de alteração para melhor ou para pior no desenvolvimento da fala articulada, da linguagem e da ressonância. Anelise também ressaltou a importância de uma documentação do paciente. “A única forma de controlar estas mudanças é a documentação em vídeo com protocolo padronizado de sons e frases, balanceadas fonética e fonologicamente por profissional com grande experiência na fala de portadores destas anomalias”, afirma Anelise.

Outro procedimento de caráter periódico apontado pela fonoaudióloga como crucial, foi o exame de nasofibroscopia, que deve ser realizado periodicamente, de acordo com cada protocolo e por profissionais experientes nas áreas de cirurgia e de fonoaudiologia. Esse exame irá determinar se as alterações encontradas dizem respeito a erros de fala passíveis de correção apenas com treinos ou se necessitará de nova intervenção cirúrgica.

Já os controles audiométricos são também parte fundamental do processo de reabilitação da fala, uma vez que se necessita da integridade auditiva para um bom reconhecimento de sons de fala e aquisição da linguagem. A detecção precoce de perdas e alterações nas vias auditivas também são consideradas por Anelise fundamentais para o desempenho da fala e linguagem.

*Texto escrito com base no depoimento da fonoaudióloga Anelise Sabbag

Postado em Notícias

Smile Train Miss Universe Social Graphic

A Organização do Miss Universo e a Smile Train anunciaram uma nova parceria para ajudar a aumentar a conscientização sobre os problemas enfrentados pelas crianças que vivem com fissuras não reparadas. O novo relacionamento irá fornecer oportunidades para a atual Miss Universo e titulares internacionais se envolverem com iniciativas globais nos mais de 85 países onde a ONG ajuda as crianças.

“Nós realmente acreditamos no que Smile Train representa – esperança, alegria, perseverança e transformação”, disse Paula M. Shugart, presidente da Organização Miss Universo “Estamos extremamente orgulhosos de trabalhar com uma organização que está empenhada em proporcionar um impacto positivo nas comunidades em que trabalhamos, e estamos firmes no compromisso de ajudar a apoiar os seus esforços de sustentabilidade a longo prazo “.

Milhões de crianças em países em desenvolvimento vivem com fissuras não reparadas, o que além de gerar um isolamento social por causa da vergonha que sentem, têm dificuldade para comer, respirar e falar. A cirurgia de reparação é simples e a transformação é imediata. modelo sustentável da Smile Train oferece treinamento e financiamento para capacitar médicos locais no mundo para fornecer cirurgias de reparação fissura 100% gratuitas em suas próprias comunidades. Desde a sua fundação em 1999, o Smile Train forneceu mais de um milhão de cirurgias de reparação de fissura em todo o mundo.

“Estamos honrados em sermos escolhidos pela Organização do Miss Universo para aumentar a consciência para a causa vital do lábio leporino e fenda palatina reparada, além de todo o tratamento relacionado”, disse Susannah Schaefer, CEO da Smile Train. “Esperamos que essa relação nos ajude a mobilizar apoiadores, novos e velhos, alavancados pelo alcance incrível da Organização do Miss Universo e ajudando a transformar vidas no processo.”

A parceria vai ampliar um conjunto compartilhado de valores fundamentais, centrado no alcance e compromisso mundial das organizações para capacitar crianças a levar uma vida plena e produtiva.

Para pontapé inicial desses esforços, a Miss Universo 2015 Pia Wurtzbach terá a oportunidade de se reunir com Diretor da Smile Train nas Filipinas, Kimmy Flaviano, enquanto visita Manila na próxima semana. Wurtzbach vai aprender mais sobre os esforços da organização e os parceiros locais que estão no país para ajudar pacientes fissurados 365 dias por ano.

“Estou ansioso para o meu regresso ao lar na próxima semana e para iniciar essa nova parceria da nossa organização com a Smile Train”, disse Wurtzbach. “Como Miss Universo, estou ansiosa para emprestar a minha voz e uma mão amiga para continuar a sensibilizar as pessoas para as crianças que nascem com fissura lábio palatina no mundo, incluindo o meu país de origem, Filipinas.”

Postado em Notícias