O charmoso sorriso de Otávio Bryan Postado quinta-feira, 29 de setembro de 2016 por admin

Após 15 anos da sua primeira gravidez, a dona de casa Ângela e seu marido Jean, moradores de Recife, planejaram o segundo filho, afim de aumentar a família e trazer mais alegria para casa. A criança foi muito sonhada e desejada, tanto pelos pais, como pela irmã, Joyce Kelly. Assim que decidiram embarcar novamente nessa aventura, Ângela rapidamente engravidou. Estavam todos acompanhando a gravidez e ansiosos para descobrir se viria um menininho ou uma menininha. No dia 24 de fevereiro de 2015, a mamãe foi realizar o ultrassom morfológico. Para felicidade do casal, logo no início, a médica já informou que o bebê seria um menino, assim como eles sonhavam! Continuando o exame, no mesmo dia, receberam a notícia que o bebezinho tão esperado nasceria com fissura bilateral de lábio e palato. Os pais levaram um susto e tiveram muito medo do que viria pela frente. Nenhum dos dois tinham informações sobre a causa da fissura labiopalatina e não conheciam ninguém que havia nascido assim.

montagem-1

A médica, com toda paciência e profissionalismo, explicou tudo sobre a lesão congênita facial que a criança nasceria. Apesar disso, Ângela pesquisou sobre o assunto na internet e ficou extremamente abalada com as imagens e informações que encontrou. Nesse momento, o mundo do casal parecia desmoronar, a tristeza e a preocupação pareciam ter abalado o sonho da família.

Num determinado dia, Ângela amanheceu mais forte e resolveu encarar de frente os problemas que teria que passar. Pensou em como seu filho iria precisar dela e lembrou de todo amor que havia em seu coração por aquela criança que ainda nem havia chegado ao mundo. A partir desse momento, a família começou a se preparar para a chegada do pequeno Otávio Bryan.

montagem-2

Uma semana antes do previsto, Otávio nasceu! No início a família teve dificuldade em falar sobre o assunto com pessoas conhecidas que perguntavam qual era o problema na face do bebê e olhavam para o pequeno de forma piedosa que deixava Ângela um pouco triste. Logo esse momento foi superado. Os pais de Otávio resolveram ir atrás do tratamento adequado para o seu bebê, e, mesmo sem condições financeiras, buscaram ajuda para que ele tivesse tudo o que fosse necessário para sua recuperação. Foi nesse momento que a Smile Train apareceu na vida da família.

Após buscar ajuda no parceiro IMIP-CADEFI, eles foram orientados que, graças a ajuda da Smile Train, todo o tratamento de Otávio Bryan seria gratuito, tanto as cirurgias quanto seu acompanhamento multidisciplinar. Nesse momento a família tirou um grande peso e começou a enfrentar mais levemente esse primeiro momento com o seu pequeno. Como no início Otávio não conseguia mamar no peito de sua mãe, Ângela aprendeu a usar a mamadeira de colherzinha para que ele pudesse se alimentar e ganhar peso para passar por sua primeira cirurgia. A partir desse momento a vida da família ganhou mais momentos de alegria.

montagem-3

Com 1 ano de idade atualmente e depois de duas cirurgias, Otávio vive bem e é o xodó da família. Ele continua fazendo seu tratamento e se desenvolvendo dentro do possível. Para orgulho de Ângela, sua primeira palavrinha foi mamãe! A família agradece muito todo o apoio da Smile Train.

foto-familia